Departamento de Informática em Saúde
EPM-UNIFESP

Departamento de Informática em Saúde

EPM-UNIFESP

Missão

Gerar, promover, sistematizar e transferir conhecimentos científicos e tecnológicos de informática em saúde e telemedicina que resultem, em curto, médio e longo prazo, em benefícios para a sociedade em geral e para a área de saúde em particular.

Origem & Caminhos

A História do DIS coincide com a história da informática em saúde no Brasil. Surgiu na década de 1980 como grupo isolado na Disciplina de Nefrologia da então Escola Paulista de Medicina, com o objetivo de aplicar as tecnologias emergentes no setor saúde. Resultado de sua produtiva atividade, em 1986 despertou o interesse da Universidade, quando foi então criada uma comissão para discutir a implementação de um Centro de Informática em Saúde (CIS) Inaugurado em 1988, o CIS foi responsável, em seus primeiros dez anos de existência, pela disseminação da cultura da informática em Saúde da UNIFESP, bem como pela implantação da infra-estrutura física de comunicação que hoje conhecemos como Rede Unifesp. Neste período também foi criada a disciplina de Informática em Saúde para os cursos de graduação da universidade. Além disso, investigamos e desenvolvemos diversos sistemas e aplicativos orientados ao gerenciamento da informação em saúde e à educação a distância. A partir de 1999, o CIS passou a se chamar DIS - Departamento de Informática em Saúde - integrando os departamentos acadêmicos da UNIFESP. Em 2002, o DIS recebeu aprovação da Capes para os cursos de mestrado e doutorado - a primeira pós-graduação strictu sensu em Informática em Saúde na América Latina e Caribe. O DIS é administrado com recursos provenientes da UNIFESP, de agências de fomento à pesquisa, convênios de cooperação com órgãos do governo e associações civis e de parcerias com a iniciativa privada.

Objetivos

  • Promover e incentivar a pesquisa e o desenvolvimento de tecnologias de informação e comunicação para a saúde, considerando todo o seu espectro de aplicações: assistência, gestão, educação e pesquisa.

  • Formar profissionais especializados em informática em saúde e Telemedicina para atuarem no ensino, na pesquisa e no desenvolvimento de tecnologias da informação.

  • Aplicar o conhecimento e a experiência acumulados em atividades de divulgação, extensão e assistência, seja a serviço da UNIFESP, seja por meio de parcerias com entidades afins.